sábado, 9 de fevereiro de 2019

TERROR NA SAÚDE: médica relata horror na Evangelina Rosa: 23 mortes em 23 dias


Secretário de Saúde do Piauí Florentino Neto 

O MUNDO REAL
- Instituição se parece cada vez menos com o lugar onde se espera o desabrochar da vida: “Médicos chegam a comprar medicamentos, como a digoxina, usada nas crianças cardiopatas”___________________________

DESCASO, BARATAS E MORTE: NINGUÉM ESTÁ PRESO
O depoimento de uma médica da Maternidade Dona Evangelina Rosa ao Ministério Público do Estado do Piauí, datado do primeiro semestre de 2018, e que serve para embasar o pedido de afastamento do diretor-geral da maternidade, Francisco Macedo, traz à tona os bastidores de uma instituição que, embora registre cerca de 9 mil partos por ano, oferece alto risco à vida humana.
Uma das passagens mais atormentadoras extraídas do depoimento é sobre a constatação no dia 23 de abril de 2018 de que naquele mês e naquela data já haviam morrido 23 crianças. “Que registrou, ontem (23.04.2018), 23 óbitos neonatais no mês de abril, ou seja, a média de uma criança por dia”, consta de depoimento.
A médica relata a falta de medicamentos, a falta de pessoas qualificadas, parada cardio-respiratório em bebê por falta de medicamento, erros em exames laboratoriais, uso, por dias, dos mesmos utensílios em bebês traqueosmotizados. “Bebês traqueostomizados foram aspirados com a mesma sonda por vários dias”, revelou.
Ao tratar sobre a falta de medicação, ela cita o caso de um bebê que teria tido parada cárdio-respiratória. “Todos os setores de neonatologia estão sentido falta de medicamentos, por exemplo, a sonda números 6, sem a qual não é possível aspirar o tubo do bebê, o que pode ocasionar paradas cárdio-respiratórias, já existe ao menos um caso registrado”, reportou.
Os próprios médicos chegam a comprar medicamentos. “Médicos chegam a comprar medicamentos, como a digoxina, usada nas crianças cardiopatas”, acrescentou.
FORMIGAS E BARATAS
Entre os duros relatos está ainda a de que grávidas e mães têm que conviver com formigas e baratas.
“As instalações da maternidade são muito precárias, com goteiras sobre pacientes. Que tem muitas pragas de baratas e formigas", acresce.
SECRETÁRIO DEVE PERMANECER NO CARGO
Informações de bastidores dão conta de que o secretário de Saúde, Florentino Neto, deve continuar no cargo.
Ele seria uma indicação do deputado Assis Carvalho e do senador Ciro Nogueira.
________________________
VEJA A ÍNTEGRA DO ASSUSTADOR DEPOIMENTO.
(O Blog Bastidores, do 180graus, optou por não divulgar o nome da médica)




Por Rômulo Rocha – De Oxford/180graus