segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Identificado presença de até 1 tonelada de óleo no Delta do Parnaíba


Equipes da Marinha do Brasil e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) identificaram, durante um sobrevoo realizado neste domingo (17/11), a presença de pelo menos uma tonelada de óleo na região do Delta do Parnaíba.

Foto: Facebook/Instituto Tartarugas do Delta
Em entrevista à TV Clube, o capitão de Fragata da Capitania dos Portos no Piauí, Dante Duarte, explicou que o trabalho de remoção dos resídios oleosos no Delta deve se estender ao longo do mês de novembro.
A região de mais de 300 mil hectares tem áreas de difícil acesso, onde só é possível chegar por meio de pequenas embarcações.
Desde a semana passada, as praias de Atalaia, Pedra do Sal e Peito de Moça já foram consideradas impróprias para o banho, por conta da presença de óleo na areia e na água.
O grupo formado por Marinha, Corpo de Bombeiros, secretaria do Meio Ambiente, Ibama e o Exército já conseguiu recolher mais de 1,5 tonelada de óleo no litoral piauiense.
Hoje, um navio patrulha vai percorrer a costa piauiense para tentar identificar a presença de óleo em alto mar que possa chegar às praias.
 
Fonte: Diário da Parnaíba