domingo, 26 de janeiro de 2020

Homem é lesionado com várias facadas; 'rixa antiga' pode ter sido a motivação

Um homem de 51 anos, identificado como Adão Hermínio dos Santos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de arma branca (faca ou facão) no final da manhã desta sexta-feira (24/01) em um estabelecimento comercial situado no Bairro Ulisses em Cocal, município da região norte do Piauí. 


Uma guarnição da Polícia Militar atendeu a ocorrência, realizou diligências, no entanto, não localizou o acusado. Testemunhas informaram aos militares que o agressor trata-se de um desafeto da vitima, conhecido apenas pela alcunha de "Chiquin Sete Banha". O motivo da violência seria em decorrência de uma rixa antiga, na qual até transcorre um processo na Comarca de Cocal em decorrência de um episódio semelhante ao de hoje, ocorrido no ano de 2012. 


"Essa rixa deles é antiga, mas a gente não sabe o motivo. Tem até um processo deles no Fórum. O Chiquin já cortou o Adão outra vez numa confusão que teve no bar do finado Sibá em 2012. O Adão levou umas facadas nesse tempo e ficou até um bocado de dia internado no Dirceu" relatou uma testemunha que preferiu anonimato. 

Adão sofreu uma perfuração profunda na coxa esquerda e vários cortes nos braços, mãos e nas pontas dos dedos enquanto se defenda da investida de seu desafeto. 


Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou os primeiros socorros e constatou que o estado de saúde da vitima era considerado grave. Ela perdia muito sangue e havia suspeita da facada na coxa ter atingido uma artéria. 


Uma ambulância avançada do SAMU, equipada com UTI, interceptou a viatura dos socorristas de Cocal-PI, na BR-343, no trecho que compreende a Placa de Cocal a Buriti dos Lopes, na altura do trecho conhecido como "Cachorro Seco". 


Informações repassadas ao Blog do Coveiro dão conta de que Adão foi submetido a intervenção cirúrgica e encontra-se internado em recuperação e estável em um dos leitos do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) em Parnaíba-PI.


O caso passará a ser investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Cocal-PI. 


Fonte: Blog do Coveiro