quarta-feira, 22 de abril de 2020

Alô Ministério Público!! Ala do Heda para tratamento do Covid-19 não dispõe de respiradores




Chegou a redação do Programa Flagrante e do Blog do Pessoa a denúncia de que na ala do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), destinada a pacientes acometidos por Covid-19, não dispõe de respiradores, instrumento da maior importância para a sobrevivência dos casos mais graves do novo coronavírus. A informação é que há respiradores na UTI, entretanto, nenhum infectado por Covid é levado para a UTI para evitar a contaminação dos pacientes de outras doenças que estão em tratamento. A denúncia mais agravante consta que o paciente que faleceu de coronavírus no último domingo no Heda não teve o direito de usar respirador para sobreviver. Sem respirador todos os pacientes graves tratados naquele “nosocômio” com certeza irão falecer.

As autoridades competentes precisam fazer uma vistoria na referida unidade de saúde dada a gravidade da denúncia, principalmente pelo fato de o Estado ter recebido valores vultosos para serem aplicado no combate a pandemia do novo coronavírus.

Não tem um protocolo a seguir sobre o tratamento (método). Tal situação gera vários questionamentos como, por exemplo, qual medicamento usar. Pesa também a fatídica realidade de os pacientes suspeitos ou testados positivos estarem sendo mandados para casa sem um receituário e sem o acompanhamento dos seus contactantes. Uma zorra que pode trazer consequências graves sobre a população parnaibana. Além da falta de equipamentos, falta comando, estratégias e protocolo unificado para o tratamento dos casos de acordo com a gravidade de cada paciente. O Ministério Público precisa agir no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde.


Blog do Pessoa