terça-feira, 16 de junho de 2020

JANAÍNA MARQUES × AV: CESÁRIO MARINHO.

ONDE ELA BOTOU O DINHEIRO???

- Praça;

- Calçamento;

- Pavimentação e Infraestrutura da Av: Cesário Marinho, o que nunca aconteceu.

Esta seria uma obra a ser realizada pela então prefeita do município de Luzilândia  Janaína Marques, hoje deputada estadual e Secretária da Infraestrutura do Piauí.

O número do contrato de repasse é , 0188160 - 97/2005, período de 07/01/2008 a 28/03/2008. O assinante responsável pela execução da obra é, Teodoro da Silva Reinaldo, Engenheiro Civil.

O valor inicial de toda esta obra na Av: Cesário Marinho, era de $ 249.829,23. A prefeita na época Janaína Marques, que em sequência apresentou e elegeu alguns prefeitos, e hoje lança a candidatura de sua irmã Fernanda Marques a prefeitura de Luzilândia , mesmo também já respondendo processos na justiça, assim como a ex - prefeita hoje deputada Janaína Marques, também secretaria da infraestrutura do Piauí. Janaína chegou a receber o valor da obra como mostram os recibos abaixo, mas não a executou.

Como se sabe, este é apenas outro ato de Janaína. O problema é que suas ações comprometeram o município de Luzilândia  com um imenso individamento, o deixando incapaz de realizar convênios e gerar desenvolvimento. Ainda, em 18/12/2018, a prefeitura de Luzilândia  recebeu ofícios cobrando as prestações de contas da obra " INVISÍVEL", da Cesário Marinho, ou seja, a que Janaína não fez mais recebeu o dinheiro.

Os desmandos da ex - gestora que quer voltar a mandar atraves de outros, no caso sua irmã Fernanda Marques, deixaram débitos infinitos, e na hora que o dinheiro entra nas contas da prefeitura de Luzilândia  a Justiça pega automaticamente para pagar "dívidas" atrasadas das gestões de Janaína, deixando o município impossibilitado de funcionar. Agora, a prefeitura terá que prestar contas das obras da " PRAÇA", " INVISÍVEL", da Av: Cesário Marinho.

É mole?

Defensores na internet de Janaína, quando a atual administração não consegue fazer algo , os mesmos criticam, quando faz também criticam. Cumprindo o papel da informação, poderiam investigar e também informar esses fatos que explicam o que a atual gestão enfrenta, já que dizem que não são pagos pela deputada.

Veja abaixo cópias do contrato, recibos e do ofício de cobrança.