sexta-feira, 26 de junho de 2020

Testou Positivo para Coronavírus:Janaína Marques quebra quarentena e participa de festinha infantil



Segundo dados da própria página da deputada e de pessoas próximas a ela, a mesma teria participado de festa de aniversário da Sobrinha na cidade de Luzilândia. A atitude da deputada vai de encontro com sua própria postura em redes sociais, onde sempre procurou orientar as pessoas a seguir as medidas de proteção estabelecidas pelo Governador do estado. Esposa do superintendente de saúde do estado Alderico Tavares, Janaina postou fotos do aniversário, inclusive abraçando e sem manter o distanciamento. Festas particulares estão dentro do decreto como proibidas. Agindo assim, a deputada não somente arriscou sua própria saúde, como também de todos aqueles a quem ela diz se preocupar em suas postagens.

Três dias após participar da confraternização da sobrinha, a deputada coloca um mapa com os números de infectados no Piauí, e enfatiza o alarmante crescimento dos casos na cidade de Luzilândia, responsabilizando diretamente a gestão municipal e lamentando, em uma de sua falas do texto ela diz: “Nosso dever é trabalhar para salvar vidas. Luzilândia merece ter outros destaques, que não seja esse, de nos situar nas cidades com mais casos confirmados e amargar a insensibilidade de uma prefeitura omissa e inoperante.  Vamos continuar na vigília. Números são vidas, são famílias. Nosso povo merece respeito, atenção e cuidado”.

O que nos faz inferir sobre a atitude da deputada, que agiu de encontro as suas falas, segundo informações também das suas redes sociais, ela confirma que testou positivo para Covid-19, dias depois de sair da quarentena e participar de festa de aniversário com dezenas de pessoas na cidade de Luzilândia. Lamentamos profundamente que Janaina agora faça parte das estatísticas como mais um caso da cidade de Luzilândia, já que é filha da terra, e faça crescer os números que ela mesmo lamentou.

 Fica aqui um repúdio a atitude da deputada, que prega uma coisa, mas faz outra. Respeitar a vida, é também entender que o vírus não tem cara, e não avisa onde está, por isso, as festinhas e todo movimento que gere aglomerações estão proibidas, até para quem é familiar.