terça-feira, 23 de junho de 2020

Médico Osmar Terra diz que pico da pandemia da covid-19 já passou


O médico e deputado federal Osmar Terra (MDB), afirmou na tarde desta segunda-feira (22), que o pico da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil já passou há um mês. A declaração do parlamentar foi dada durante uma entrevista para o programa Jogo do Poder, da TV Meio Norte.

Segundo o médico, a situação só não é vista pela sociedade, porque muitos casos e mortes de dias, semanas ou meses anteriores só então entrando no sistema agora, por conta de atrasos na entrega dos resultados.

“Nos meus vídeos eu sempre disse que o pico seria na última semana do mês de abril e realmente aconteceu, o pico foi entre a última semana de abril e a primeira de maio. Mas as pessoas não percebem isso, porque a metodologia usada atualmente, não conta a morte no dia que ela realmente aconteceu. Casos atrasados e os do mesmo dia, os dois concentrados, vai sempre parecer que está no pico. Isso muda toda a estratégia de tratamento. Se colocamos tudo no dia certo, a curva vai cair. Por isso, estou cobrando do ministro da saúde, que coloque as mortes nos dias certos”, afirmou Osmar Terra.

O deputado, que já foi secretário estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, criticou mais uma vez o isolamento domiciliar e explicou que a medida é ineficaz, porque dentro de casa é o ambiente ideal para o vírus se propagar.

“Tranca as pessoas em casa aumenta o contágio, isso é o que diz uma pesquisa da Universidade de Hong Kong em cima da pandemia na China. Segundo os dados apresentados por eles, todos os surtos identificados de três ou mais casos, ocorreram dentro do ambiente interno, sendo esses lugares um ambiente de alto risco para a covid-19. Outros países que não fecharam, estão se saindo melhor usados os equipamentos adequados, nas pandemias anteriores não teve quarenta, isso inventaram agora, e anteriormente todos conseguiram sair da crise. A solução é testar, usar máscaras, o certo é correr atrás do vírus e não trancar as pessoas”, finalizou o médico.

Fonte: GP 1