sexta-feira, 19 de junho de 2020

Sem obras e sem ações efetivas contra a Covid-19 prefeito usa a máquina para perseguir opositores em meio à crise que assola todo o mundo.




No final do mandato o prefeito de Luís Correia, Kim do Caranguejo já bastante fragilizado com sua péssima gestão, apresenta desespero e usa o poder da máquina pública para perseguir seus adversários na cidade. A equipe da Vigilância Sanitária tem sido usada pelo Município para tentar inibir as atividades de parlamentares e pré-candidatos. É isso mesmo, após amedrontar os pequenos comerciantes agora é a vez de perseguir aqueles que são contra a pior gestão que Luís Correia já teve.

Ao invés da prefeitura e da vigilância sanitária estar prestando assistência aos contaminados com o COVID-19 e assegurando assim, o resto da população, a grande função que eles tem desenvolvido é perseguição empresarial e política. Enquanto outras cidades já reabrem o comércio gradativamente, Luis Correia continua andando pra trás.