terça-feira, 21 de julho de 2020

Brasil inicia testes com vacina chinesa contra a Covid-19

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Quase 1 mil paulistas devem receber hoje (21), a primeira dose da vacina chinesa desenvolvida para combater o coronavírus no organismo. Os voluntários são profissionais da saúde que atuam no Hospital das Clínicas.
Eles serão monitorados e devem receber a segunda dose daqui a 14 dias, a terceira dose deve ser aplicadas algumas semanas depois. A intenção é que a fase de testes seja concluída em 90 dias.
Nesse período, os voluntários serão monitoradas em consultas quinzenais. Caso o resultado seja comprovado, a produção das doses da vacina batizada de "CoronaVac" deve ser começar no início de 2021. O Instituto Butantan está inclusive, passando por obras de ampliação para que possa produzir as doses em larga escala.
A meta é alcançar a capacidade de 100 milhões de doses produzidas. No país também está em curso a fase de testes com a vacina de Oxford, considerada umas das promissoras, cerca de 9 mil pessoas recebem as doses e são observadas.