quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Tony Trindade volta à TV: "Não fiz nada do qual tenha que me envergonhar"


O apresentador Tony Trindade retornou nesta terça-feira (25/08) ao comando dos programas Alerta Geral e Tribuna Piauí, na Band, uma semana após ter sido preso pela Polícia Federal na Operação Acesso Negado.

Já na abertura do jornalístico, Tony se dirigiu aos telespectadores não só comentando sobre os dias em que esteve na prisão, como esclarecendo que não cometeu nenhuma “ilegalidade”.

“Nesses últimos três ou quatro dias, em que tudo o que aconteceu me envolveu de uma forma profunda, é claro que fiquei pensando, primeiro o que eu ia dizer se eu tivesse novamente essa oportunidade de poder olhar para você, me dirigir a você, explicar a você tudo o que aconteceu. Esse foi um pensamento recorrente ao longo destes dias inteiros. Aliás, em algum momento, não vou negar, eu me perguntei até se teria novamente essa oportunidade”, relatou o apresentador.

Tony foi preso sob a suspeita de ter obtido informações sigilosas a respeito de inquéritos policiais, e de ter repassado essas mesmas informações a investigados no âmbito da Operação Delivery, que apura desvio de recursos do Fundeb no município de União (PI).

“Eu não fiz nada, eu não cometi nenhum erro, eu não cometi nenhuma ilegalidade, eu não fui antiético, eu não fui irresponsável, eu não fui bandido”, ressalta Tony, agradecendo ainda à emissora pela “oportunidade impagável” de poder fazer e dizer “que não fiz nada do qual tenha que me envergonhar”.

Durante o Alerta Geral, Tony leu e ouviu mensagens enviadas pela audiência e chegou a se emocionar com os pedidos de oração e manifestações de carinho do público. Prometeu ainda visitar alguns dos telespectadores para agradecer pessoalmente pelo apoio.

“Ao tempo em que há ali quem esteja tentando dar crédito a alguma coisa que não é verdadeira, há uma multidão, uma legião de pessoas dizendo: não, a gente conhece ele”, completou o apresentador.