sexta-feira, 20 de novembro de 2020

PLEITO ATENDIDO: TJ-PI DESIGNA NOVA JUÍZA SUBSTITUTA PARA A COMARCA LUIZ CORREIA

A Advocacia Piauiense comemora mais uma vitória. A OAB Piauí teve o seu pleito atendido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, que designou uma magistrada substituta para a Comarca de Luís Correia, litoral do Estado. Com a nova decisão, a Vara Única passa a contar com a atuação da Juíza Substituta Cássia Lage de Macêdo.





A Advocacia da cidade e região contava apenas com a atuação de um magistrado substituto que era titular da Comarca de Parnaíba. Tal realidade refletia diretamente na morosidade dos processos, sendo, portanto, um anseio urgente dos Advogados e Advogadas a designação de mais um magistrado.

O Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto parabenizou a atuação do TJ-Piauí, ao tempo em que ressaltou a relevância de uma magistrada para a Advocacia e para a sociedade local. “Falo em nome da Advocacia e sei da importância que essa decisão representa. Ficamos felizes com mais um pleito atendido e, mais do que isso, em saber que a Advocacia poderá exercer a sua profissão com efetividade e celeridade, zelando e defendendo os direitos dos seus constituintes”, frisou o Presidente.

O Diretor-Tesoureiro da OAB Piauí e Presidente da Comissão de Relação com o Poder Judiciário, Einstein Sepúlveda, celebrou a conquista. “Estamos sempre em diálogo com o Tribunal a fim de melhorarmos ainda mais a realidade de cada Advogado(a) não só em Teresina, mas em todo Piauí. Celebramos a conquista porque efetivamente teremos uma ampliação da celeridade em todos os processos”, disse.

Advogado atuante na região, o Conselheiro Seccional da OAB Piauí, Rômulo Santos, celebrou a decisão do Tribunal. “A OAB Piauí comemora a indicação da magistrada, cujo currículo e experiência profissional qualificam-na para comandar uma unidade jurisdicional de elevada complexidade. Devemos ressaltar que essa conquista veio através de um amplo diálogo entre as instituições, se configurando como mais um pleito da Advocacia devidamente atendido”, ressaltou.

A decisão do Tribunal foi publicada no Diário de Justiça do Estado do Piauí, nesta quinta-feira (19), e a magistrada já começa a atuar nessa sexta-feira (20/11).

FONTE: OAB-PI